quinta-feira, 20 de maio de 2010

A Regaleira


Todos os gastrónomos do Porto, têm como seu Santo Grall a descoberta do sitio onde se come a melhor francesinha da cidade, eu apesar de não me considerar um gastrónomo de eleição, também tenho a minha demanda em busca da perfeição em forma de francesinha.

Ontem decidi voltar á casa onde nasceu a francesinha, ao restaurante a Regaleira!

A sala ainda se mantém igual ao dia da inauguração, apesar de inspirar limpeza a sala já se encontra totalmente desajustada para a restauração dos nossos dias. Fomos recebidos e sentados por um "garçon" que além de ter a mania que era cómico, gostava de mandar sempre umas "larachas" com referencia á sua sogra, confesso que não lhe achei piada e detestei a forma como por vezes interpelava a mesa.

Enquanto esperávamos pelas francesinhas foram servidas umas espetadas de gambas em molho de vinagrete picante, que estavam sofríveis, assim como uns croquetes que não feriam o plato, mas também não se revelavam uma grande especialidade.

As francesinhas apresentaram-se á mesa com um aspecto não muito fiável, um molho acastanhado com umas pintas vermelhas salpicadas, pintas essas que eram simplesmente "piri piri" do mais picante possível.

O recheia da francesinha era á base de fiambre e salsicha fresca tudo em proporções muito limitadas, e quase de certeza que os enchidos não eram da Salsicharia Leandro pois a qualidade não era das melhores.

Pedida a conta, apanhamos um choque!!! 3 pessoas pagamos 65€ para comer 3 francesinhas e beber uns finos!!! Achei caríssimo para uma restaurante fora de moda, com um empregado com a mania que é comediante e com francesinhas que não são feitas com os melhores produtos.

A Regaleira pode ter sido a "mãe" de todas as francesinhas, mas não soube evoluir, não procurou os melhores ingredientes, não procurou melhorar o molho, vive á custa da fama conquistada no tempo em que a sua francesinha era um seu exclusivo. Sinceramente não voltarei lá!

10 comentários:

Anónimo disse...

nada que me surpreenda... ja devia ter sido fechada ha muito... top francesinha para mim ainda vou na da cufra , na da mauritanea e requinte... o fase tem uma boa mas o ambiente eh pessimo...uma muito boa tambem eh a da cunha...mas mais se fores ah tarde com a amante. qt aos empregados com a mania que têm graça: deviam tal como os taxistas lisboetas ter um exterminador que os limpasse... porque eh que o teu amigo Rio nao se dedica a isso agora que ja se esqueceu dos arrumadores?. abraco

Bia disse...

Obrigada por mais esta crónica! Serve de aviso.

TRSM86 disse...

Esta com ideias de experimentar a regaleira. Mas depois desta descrição, desisti.

obrigado

Francesinhas.pt disse...

Comentário interessante sobre a francesinha da Regaleira.

Convido-o a deixar o seu no Francesinhas.pt: o guia online com as melhores francesinhas.

www.francesinhas.pt

Anónimo disse...

ganha fama e deita-te na cama a sorte da regaleira é sua localização atualmente trabalha para roubar turistas.

Anónimo disse...

Restaurante A Regaleira:

Após alguns anos de interregno, novamente fui ao dito restaurante para pedir, naturalmente, o prato que o caracterizou através dos anos- A francesinha.

Maior decepção, revolta mesmo, acometeu-me ao observar o que me foi servido, e inclusive a desfaçatez dos empregados, que com olhares de desdèm reagiam as observações quanto ao que foi servido:
-Duas fatias de pão antigo, duro e requentado na chapa,
- No interior, apenas dois pedaços de bacon ou similar, e parte de uma salsicha tostada de tanto estar em óleo de fritura antigo. Junto duas fatias de queijo tipo supermercado econômico e um molho ralo: Nove euros e cinquenta centimos por cabeça,.
Como éramos quatro pessoas, seguiu uma porção de batatas de saco de supermercado, do tipo estriado,,, E eram as francesinnhas do dito restaurante.
Indignados, tentamos comer os duros pães, e nem com uma porção do molho extra os tais ficaram com algum gosto...
Mas o melhor foi a conta. Por um saco de batatas do supermercado, cobraram-nos quatorze euros! Sim, o equivalente a quatro porções de batatas fritas!
Um pobre vinho de mesa, seis euros e cinquenta!

E os incautos ainda pediram uísque, para rebater o café e as más recordações- tres euros e cinquenta a dose,,,,,
O BOM CLIENTE NAO RECLAMA , SIMPLESMENTE NÃO VOLTA MAIS.

Mas acontece que a maioria dos infelizes clientes eram turistas, iludidos pela fama do local,,,,
Assim, pagamos, noventa e tres euros por quatro pessoas, com mais uma experiencia de vida e a promessa de nunca, nunca mais em vida entrar no dito local.
Triste mentalidade do empresário portuguès, o qual por ganância sacrifica o futuro por um lucro imediato.
Que sirva esta de aviso a todos que de alguma maneira almejam vir á bela cidade do Porto e experimentar tal prato típico.

Anónimo disse...

caro anonimo do dia 3 de janeiro:

experimente comer uma francesinha no bufet fase ou no café santiago para não ficar com má impressão da gastronomia tipica do Porto.

Anónimo disse...

acontece que muitas pessoas falam sem saber, foram lá servidos simé verdade, mas tbm têem de compreender que nem todos os restaurantes cumprem todos os passos detalhados e certos cozinheiros perguiçosos nao se dao ao trabalho de fazer as coisas em condiçoes, já la fui trabalhar e posso dizer que aquilo tem boa serventia pelo menus em quanto lá estive. á algumas reclamaçoes feitas por clientes em blogues. mas pk nao dizer ao empregado de mesa kuando vçes estam a ser servidos? porque veem dizer as merdas em blogues? acontece que para alem de ter sido la trabalhador e muitos antes de ter pensado em trabalhar lá, fui servido com dignidade, respeito, e a famosa francesinha, tinha muito bom aspecto e qualidade. peço a quem ja lá foi e ficou com um certo desagrado para voltarem la e verem como mudam de opiniao.

Ricardo Campos disse...

caro anonimo do dia 3 de Julho de 2013

eu quando escrevi esta cronica não foi a 1ª vez na regaleira, já la tinha ido mais vezes, disse ao empregado, disse ao patrão o q estava mal, e no fim ainda apanhei com um conta de capitão.

Anónimo disse...

Fui lá ontem e acontece que cada vez se encontra em maior declinio.
Já não é o que era e a conta à capitão continua a aparecer.
1 francesinha, 1 fino e os croquetes de entrada paguei 14€.
Já lá fui vezes sem conta, ainda em miuda. Mas já não é o que era. Além disso, a francesinha já nao era francesinha, era uma tosta-mista com salsichas. É a dura realidada do Regaleira e com muita pena minha!